Inspeção Periódica Obrigatória
Inspeção Para Nova Matrícula
Inspeção Facultativa
Inspeção Extraordinária
O que fazer antes da Inspecção?  O que fazer antes da Inspecção?


Antes da inspecção deve verificar:

 

  • As condições de limpeza do seu veículo;
  • A pressão dos pneus, se está equipado com pneus iguais no mesmo eixo;
  • Estado e funcionamento de todas as luzes, reflectores e placas reflectoras e sua homologação;
  • O sistema de travagem;
  • Alinhamento de direcção e estado de todos os componentes da direcção;
  • Estado dos vidros, espelhos retrovisores, limpa e lava-vidros (não é permitida a fixação de autocolantes nos vidros) e sua homologação;
  • Suspensão, (amortecedores, molas, barras, braços de suspensão, sistemas pneumáticos e hidroelásticos, jantes, pneus, rolamentos e transmissão;
  • Quadro e "chassis" - estado geral, pára-choques (lateral e recta guarda);
  • Cabine e carroçaria - estado geral - fixação, portas e fechos, fixação da bateria, fixação do motor, piso do habitáculo, antepara, bancos, degraus;
  • Funcionamento do conta-quilómetros, avisador sonoro, triângulo de pré-sinalização e colete 
  • Emissão de gases de escape, fugas de óleo e fugas de combustível;
  • Qualquer deficiência assinalada na inspecção anterior e, não corrigida, implica a não aprovação do veículo.
  • Sempre que tenha qualquer dúvida, solicite os serviços de um inspector.
  • Despacho DGV Nº 5392/99 de 16 de Março
  • Procedimentos na Inspecção  Procedimentos na Inspecção


    Travões:


    Para testar os travões é utilizado o frenómetro. Este aparelho mede a força, eficiência e equilíbrio de travagem. São testados os diversos tipos de travões: travão de serviço, travão de estacionamento e quando aplicável, travão de emergência.


    Direcção:

    Para testar o sistema de direcção é utilizado o ripómetro. Este aparelho verifica o desvio do veículo em metros por quilómetro (ripagem) dos veículos automóveis.


    Visibilidade:

    Verifica-se o estado dos espelhos retrovisores, sistema de limpeza do pára-brisas e eventuais reduções do campo visual.


    Luzes:

    Através do regloscópio é feita a verificação da orientação das luzes dos médios, máximos e de nevoeiro, bem como a medição da sua intensidade luminosa. Confere-se ainda o estado e funcionamento de todas as luzes e as ligações para reboques, quando existentes.


    Detecção de folgas:

    O detector de folgas permite verificar a existência de folgas excessivas e de outras anomalias na suspensão, direcção, eixos e suas ligações ao quadro do veículo. É igualmente averiguado o estado das jantes e dos pneus.


    Quadro e cabine:

    Realiza-se um exame ao exterior e ao interior do veículo, com vista à detecção de pontos de corrosão, deformações, anomalias dos bancos e outros defeitos, que comprometem a segurança do veículo e dos seus ocupantes.


    Equipamentos diversos:

    Verifica-se a existência e funcionamento dos cintos de segurança, triângulo de pré-sinalização, avisador sonoro, velocímetro e de outros equipamentos obrigatórios só em alguns veículos - tacógrafo, limitador de velocidade, calços de roda, extintor, e outros.


    Emissões de gases de escape:

    O controlo das emissões de gases de escape é feito através de dois aparelhos distintos: o analisador de gases para os veículos a gasolina e, o opacímetro para os veículos com motor a diesel. O analisador de gases de escape é um aparelho destinado a medir o teor de CO nos gases de escape bem como, a determinar o valor de "lambda" (relação ar/combustível) nos motores a gasolina. O opacímetro é um aparelho destinado a determinar a opacidade dos fumos de escape dos veículos com motor diesel.


    Outras verificações:

    Os veículos de serviço público estão sujeitos, também, a outras verificações, por forma a assegurar que cumprem as medidas de segurança específicas existentes.


    Identificação do Veículo:

    Consiste em comprovar se a marca, o modelo, a matrícula, o número do quadro e as medidas dos pneumáticos coincidem com as indicadas no livrete.


    Comprovação:

    A ficha de inspecção deve acompanhar sempre o veículo e inclui uma vinheta que deve ser destacada e aposta, de forma visível do exterior, no canto inferior direito do pára-brisas.
    Na vinheta encontra-se a data limite para a próxima inspecção ou para a reinspecção, no caso de o veículo ter reprovado.


    Reclamações:

    Não se conformando com o resultado da inspecção, pode o apresentante do veículo, apresentar reclamação convenientemente fundamentada, utilizando para o efeito o livro de reclamações do centro. A reclamação deve ser apresentada antes da saída do veículo do centro. Em alternativa, pode o apresentante do veículo dirigir directamente a sua reclamação á Direcção Regional de Mobilidade e Transportes da região onde foi realizada a inspecção.

     

    Calendário de Inspecção  Calendário de Inspecção

    Veículos 

    Periodicidade 

    1 - Automóveis pesados de pssageiros (M2 e M3).

    Um ano após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente, até perfazerem sete anos; no 8.o ano e seguintes, semestralmente.

    2 - Automóveis pesados de mercadorias (N2 e N3).

    Um ano após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente.

    3.1 - Reboques e semi-reboques com peso bruto igual ou superior a 750 kg, e não superior a 3500 kg, com excepção dos reboques agrícolas. (O2) Dois anos após a data da primeira matrícula, e em seguida anualmente.

    3.2 - Reboques e semi-reboques com peso bruto superior a 3500 kg, com excepção dos reboques agrícolas (O3 e O4).

    Um ano após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente.

    4 - Automóveis ligeiros licenciados para transporte público de passageiros e ambulâncias.Um ano após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente,até perfazerem sete anos; no 8.o ano e seguintes, semestralmente.

    5 - Automóveis ligeiros de mercadorias (N1)

    Dois anos após a data da primeira matrícula e, em seguida anualmente.

    6 - Automóveis ligeiros de passageiros (M1)

    Quatro anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, de dois em dois anos, até perfazerem oito anos, e, depois, anualmente.

    7 - Automóveis utilizados no transporte escolar e automóveis ligeiros licenciados para a instrução.

    Um ano após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente, até perfazerem sete anos; no 8.o ano e seguintes, semestralmente.

    8 - Restantes automóveis ligeiros.

    Dois anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente.

    9 - Automóveis pesados e reboques com peso bruto superior a 3500 kg utilizados por corporações de bombeiros e suas associações e outros que raramente utilizam a via pública, designadamente os destinados a transporte de material de circo ou de feira, reconhecidos pelo IMTT.

    Um ano após a data da primeira matrícula e, em seguida, anualmente.

    10 - Motociclos (L3 e L4), com cilindrada superior a 250 cm3.

     

    Quatro anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, de dois em dois anos, até perfazerem oito anos, e, depois, anualmente.

     11 - Triciclos (L5), com cilindrada superior a 250 cm3.

     

    Quatro anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, de dois em dois anos, até perfazerem oito anos, e, depois, anualmente.

     12 - Quadriciclos (L6 e L7), com cilindrada superior a 250 cm3.

     

    Quatro anos após a data da primeira matrícula e, em seguida, de dois em dois anos, até perfazerem oito anos, e, depois, anualmente.
    Documentos Obrigatórios na Inspecção  Documentos Obrigatórios na Inspecção


    Quando da realização da inspecção periódica, deverá exibir os seguintes documentos:

    . Livrete

    . Título de Registo de Propriedade

    . Documento Único
     
       
    . Ficha da última inspecção . Cartão Contribuinte 
    IMTT, IP  IMTT, IP

    Criado pelo Decreto-Lei n.º 147/2007, de 27 de Abril, o IMTT assumiu as atribuições de vários organismos extintos relacionados com actividades de transporte terrestre de passageiros, mercadorias e outros complementares e em matérias relacionadas com condutores, profissionais de transportes, veículos e infraestruturas ferroviárias.

    Website do IMTT: http://www.imtt.pt/

     

     
    Não encontrou a resposta que procurava? Clique aqui e pergunte-nos.  Não encontrou a resposta que procurava? Clique aqui e pergunte-nos.


    (Os campos assinalados a vermelho são de preenchimento obrigatório)
    Nome:
    Email:
    Questão:
     
    ©2008 Inspeágueda. Todos os direitos reservados. Resolução de Litígios. Expertmedia - Serviços Internet e Multimédia, Lda